Últimos Projetos

Apresentando um projeto 100% personalizado em Nossas Bancadas.

Fluidos GBA

Existem no mercado diversos fluidos para sistemas de watercooler, a maioria deles importados, a grande questão é:

Qual a melhor opção?

A GBAwatercooler, utiliza e recomenda seu próprio fluido, o Pó de Diamante, que foi desenvolvido e vem sendo aprimorado pelo seu diretor, o Eng° Químico Tiago Martins ao longo de 2 anos após o lançamento do produto, baseado em sua experiência própria e no feedback que recebe de seus clientes.

PÓ DE DIAMANTE

Uma análise puramente focada em desempenho térmico nos leva a água que é um ótimo condutor de calor. Os problemas com a água mais comuns são a proliferação de algas, a possibilidades de corrosão dos componentes e a possibilidade de curto-circuito no caso de vazamentos.

A proliferação de algas pode ser combatida de diversas formas, a mais comum, utilizada em piscinas e aquários é a adição de sulfato de Cobre II, que é um veneno para as algas, mas não é indicado para watercooler pois pode ser corrosivo e tornaria a solução condutora de eletricidade muito facilmente, além de deixar a solução azulada. Algumas pessoas utilizam um pequeno pedaço de prata metálica em seu reservatório, esta solução é eficaz mas é cara. PÓ DE DIAMANTE usa um agente biocida importado, incolor e não-iônico.

A corrosão dos componentes acontece quando o fluido de refrigeração possui em solução íons de metais mais nobres que o alumínio e componentes de alumínio no loop. Por exemplo, um bloco de cobre e conexões de Alumínio. Neste caso, o cobre dissolvido precipitaria na forma metálica oxidando o alumínio. Por este motivo, hoje em dia, todos os fabricantes utilizam cobre e suas ligas (Latão e bronze) em todos os componentes: Blocos, radiadores, fittings, bombas, etc. Outros materiais utilizados são plásticos (acrílico, poliacetato de celulose ou policarbonato). De qualquer maneira, o uso de inibidor é bem vindo ao Fluido. PÓ DE DIAMANTE utiliza uma pequena quantidade de inibidor baseado em aminas por segurança. São muito raros casos de corrosão, de 2012 a 2014 a GBA não teve nenhum caso, nem reclamação de cliente a respeito deste assunto.

A água, caso seja extremamente pura, não conduz eletricidade, mas são necessários os aditivos descritos anteriormente para prepará-la para o uso em watercooler, que certamente aumentarão sua condutividade. 
O fato é que com o tempo, o contato com superfícies metálicas, a ação do agente biostático,  a degradação de corantes,  pequenos pedaços micrométricos dos blocos e radiadores que por ventura se quebrem, tornarão o fluido cada dia mais condutor, isto acontecerá com todos os fluidos do mercado.

É por isso que um teste de vedação anterior à partida do computador com watercooler montado e a manutenção da limpeza do computador, é tão importante.

É muito simples, rápido e fácil testar vazamentos:

<iframe width="640" height="390" src="//www.youtube.com/embed/rI7Xb4SwyF8" frameborder="0" allowfullscreen></iframe>

Pó de Diamante é seguro, pois se bem montado e previamente testado, um sistema de watercooler não deve vazar, e mesmo que esteja muito contaminado, não entrará em contato com os componentes e não haverá riscos.

Glicol

A família dos Glicóis é bastante comum em diversos fluidos, principalmente para automóveis, no entanto sua função é aumentar o ponto de ebulição da solução que dificilmente passa dos 40°C em situações normais em watercoolers.

O Glicol também altera a temperatura de congelamento do fluido, o que é necessário e comum em fluidos desenvolvidos em países do norte da Europa, Estados Unidos e Canadá. 

ORGANO

Organo é um fluido desenvolvido pela GBA com base orgânica e é uma inovação no mercado de watercooler, pois é único. É constituído de uma mistura de componentes é seguro contra vazamentos permanentemente. Pode durar um, dois ou mais anos em um sistema e nunca se tornará condutor, não existe ação microbiológica e não corroe equipamentos. É uma solução definitiva em fluidos para watercooler.


Por sua natureza, Organo, não conduz calor tão bem quanto Pó de diamante e como desvantagem, os componentes refrigerados operarão em uma temperatura ligeiramente maior do que quando usando Pó de diamante.


Para compensar essa menor condutividade térmica, recomendamos o uso de Organo em sistemas com alta vazão, e com no mínimo um radiador duplo com fans de 1600rpm ou mais para cada processador ou Placa de vídeo refrigerada no sistema, caso o usuário faça um overclock de 30% ou mais em seu CPU e 15% ou mais em sua Placa de Video, se o sistema for montado para refrigerar CPU e VGA, recomendamos o uso de duas bombas.

Nossos Testes

O que esperar de resultados térmicos com Pó de diamente e Organo?

No nosso antigo teste seguimos o seguinte procedimento:
Hardware:
CPU Intel Core 2 Quad Q9550 @ 3960MHz 1,4V (2830MHz, 1,28V stock)
Placa Mãe – Biostar TPower I45
4GB DDR2 Crucial Balistix Tracer @ 932Mhz (800Mhz Stock)
GPU Palit Geforce GTX560 Ti 1GB @950Mhz (822 stock)


Cooler a ar:
CPU – Sunbeam Tech Core Contact Freezer @ 2000rpm
GPU – Gelid Icy Vision

Sistema de Watercooler:
Duas bombas Swiftech MCP655 -> GTX 560TI com  Bloco EK-FC460GS/Sonic -> Radiador RS240 com 2 Fans Yate-loon 1600rpm -> CPU com Bloco XSPC Raystorm -> Radiador RS240 com 2 Fans Yate-loon 1600rpm


Software:OCCT p/ CPU + MSI Kombustor DX11 Xtreme Burn-in p/VGA SIMULTANEAMENTE


Nossos Resultados:
Tabela2.png

Imagens:
 Print_Screen_-_Teste_Po_de_diamente2.png
Tela de resultados de testes com Pó de Diamante

Po_de_Diamante_-_OCCT.png 
Gráfico Gerado pelo OCCT durante teste com Pó de Diamante, para o CPU com maior Temperatura.

Conclusões
    Organo é um fluido 100% seguro, e apesar do desempenho inferior em relação à Pó de Diamente, apresentou temperaturas aceitáveis durante os testes, se equivalendo aos melhores air coolers do mercado e foi aprovado.

Pó de diamante realmente faz a diferença e mostra todo o potencial de overclock de um sistema de watercooler. Com temperaturas 15°C abaixo dos concorrentes no CPU e 20°C abaixo na VGA.
    
Devemos lembrar que nossos teste é extremo! Trata-se de um overclock de 40% em CPU e 15% em VGA, Rodando simultanemente OCCT e Kombustor com  a única finalidade de forçar o sistema de refrigeração ao extremo, em situações que comumente jamais acontecem mesmo jogando games como Crysis 2, Battlefield 3 ou Metro 2033, Renderizando imagens em 3D, Convertendo Vídeos! Somos profissinais, e estamos realizando este testes pois nosso controle de qualidade depende disto. Não recomendamos a ninguém a repetir este tipo de teste pois não há necessidade de forçar seu equipamento uma vez que já o fizemos!